Estamos de volta!

Acabou-se a espera. O espaço original da família Time Out Market, onde tudo começou em 2014,reabriu no dia 1 de Junho.

Regressamos com o melhor de Lisboa debaixo do mesmo tecto que é como quem diz com o melhor alinhamento de chefs e restaurantes da cidade debaixo do mesmo tecto, com os nomes e as marcas que nos acompanham nesta viagem desde o início e outros que se estreiam agora no mercado.

Aos 25 restaurantes, seis quiosques, 7 bares, 4 lojas, uma escola de cozinha (Academia Time Out), uma sala de eventos (Estúdio Time Out), um espaço de cowork (Second Home), junta-se agora, no food hall, um dos sucessos mais doces da cidade, a Crush Doughnuts, a marca de doughnuts dos mesmos donos do Ground Burger, e ainda um novo quiosque de cocktails com a marca TO Bar.

Não aumentámos apenas os níveis de açúcar no mercado. Aos pratos clássicos que sempre fizeram a fama deste mercado, juntam-se agora muitas novidades para vir descobrir nas cartas dos chefs e restaurantes. Um Linguini de carabineiro na Marisqueira Azul, um Lobster Burger no Ground Burger, um sushi taco da Confraria, novos queijos na Manteigaria Silva , pratos vegetarianos do chef Miguel Castro e Silva e os novos sabores de verão da Davvero, entre muitas outras novidades.

E como nem só de comida e bebida vive o Time Out Market, em Junho, mês das festas da cidade por tradição, o food hall do mercado vai receber vários eventos. No dia 1 de Junho começamos com um workshop gratuito de “Kitchen Skills” na Academia Time Out às 19h00, seguimos com a actuação dos Alta Cena as 20h00. No dia 4 de Junho, às 20.00, o food hall recebe um concerto da dupla romântica que tem dado que falar, “David & Miguel” e prosseguimos com a transmissão dos jogos do Euro 2020 ao longo do mês. Todos estes eventos são de entrada gratuita, mas limitada a capacidade do Mercado, que continua reduzida a metade.

As regras de higiene e segurança mantêm-se, mas nunca é demais relembrar que o uso de máscara é obrigatório, excepto quando estiver sentado a comer e beber. Mantivemos as divisórias nas mesas, promovendo assim o distanciamento físico. Os posto de higienização continuam distribuídos pelo mercado.