éclaires L'Éclair

A Primavera chegou à montra da L’Éclair

É primavera e os jardins estão mais verdes e floridos que nunca. Também na montra da banca da L’Éclair já se nota a nova estação. Chegou a nova colecção primavera-verão de éclaires.

A montra de éclaires da Pastelaria Francesa L’Éclair no mercado é sempre uma das mais bonitas. Não nos cansamos de admirar a beleza das obras-primas de pastelaria que vendem todos os dias. Verdadeiras jóias, que mudam a cada estação. Eis que chegou a Primavera e com ela novas criações do chef-pasteleiro João Henriques. Novos sabores representam dificuldade acrescida quando chega a hora de escolher.

Sendo esta uma colecção de Primavera-Verão, as frutas e os sabores mais frescos ganham protagonismo. O Citron Bergamote (confit de lima, suspiro, cremoso de limão e bergamota com geleia de lima e hortelã) e o éclair de “Coentros, lima e maçã verde” (compota de maçã verde Granny Smith, creme pasteleiro de coentros frescos, chantilly de lima, coentros cristalizados e maçã verde fresca) são bons exemplos da frescura desta nova colecção. Mas nem por isso, deixam de existir éclaires com sabores mais tradicionais. O éclair Abade de Priscos, uma das estrelas desta colecção, é o primeiro éclair verdadeiramente luso francês. É feito com chantilly de kumquat, pudim abade de Priscos e chips de qumquat cristalizados. Há ainda outro éclair a fazer lembrar outro doce português – farófias -, que é o Íle Flottante (creme inglês de baunilha, caramelo, claras cozidas e ganache).

A carta tem mais éclaires para descobrir, mas o ideal é fazê-lo ao vivo na loja do mercado.

Fotografia: Luís Ferraz