cones santini Cones artesanais Santini

Santini, a bolacha que embala o cone

Há quem se gabe de fazer gelados artesanais, mas quantos poderão dizer que fazem os seus gelados e cones de forma artesanal? O Santini pode. Fomos conhecer a sua produção artesanal de cones, onde a bolacha é feita do princípio ao fim.

1) Seis pessoas trabalham na fábrica que fornece cones para todas as lojas Santini, que neste momento são 10. Todos os dias saem daqui 20 caixas com 280 cones cada, o que dá qualquer coisa como 5600 cones por dia.

2) Nazaré Rodrigues é responsável pela produção há 4 anos. A fábrica de cones funciona ao lado da loja de São João do Estoril há cinco anos. Antes estava em Carcavelos, onde se fazem os gelados da marca. Com esta mudança fica o processo de frio de um lado e o processo de quentes no outro.

3) É um processo artesanal em todas as etapas. Cada cone é feito em segundos, por isso os níveis de concentração são elevados. Primeiro a máquina de molde, recebe a massa crua que é prensada e retirada em seguida muito rapidamente e enrolada à volta de um molde de cone.

4) Nem todos os cones têm a mesma cor e isso é a maior prova de que todo o processo é artesanal. Diferentes tempos de cozedura resultam em tonalidades diferentes. E aqui estamos a falar de micro-segundos que podem fazer esta diferença.

5) A bolacha dos cones Santini é conhecida como wafer. É feita só com produtos naturais como a farinha, ovos e açúcar, sem químicos ou preservantes. A receita é de Attílio Santini e até aos dias de hoje manteve-se igual.

6) Desta fábrica não saem apenas os cones e mini cones que vão dar suporte aos vários sabores de gelado Santini. Com a mesma bolacha, também se fazem altesses e mini altesses, mais conhecidos como aquelas bolachinhas com ou sem chocolate que enfeitam as taças de gelado. Também são vendidos em pequenos sacos para quem quiser levá-los para casa.