Tartine 3.0

A Tartine passou por um revamp. Continuam lá os ovos Benédict e os sumos para o pequeno-almoço, mas agora há concorrência forte para o resto do dia.

Os hot dogs Cheesy chilli, Sneaky Peaky e Batista são os novos “queridinhos” da Tartine e o resultado de um desafio lançado ao chef Tomás Pires para idealizar uma nova abordagem a um produto clássico, o hot dog.

O resultado final foi um hot dog artesanal do princípio ao fim. O pão brioche, um exclusivo da Tartine, é feito através de um método artesanal de fermentação, as salsichas de presa de porco e chilli são uma receita própria e a até os pickles e os molhos são feitos na casa.

O pão, um produto que sempre caracterizou a Tartine, é o elemento comum entre toda a oferta actual. Das tartines aos hot dogs, o pão brioche criado especialmente na casa, é a base.

A Tartine sempre foi muito forte nas refeições da manhã (pequenos-almoços e brunch), horário em que a marca mantém a aposta e daí o “The Wake Up Call” em néon, que agora se pode ver na nova loja. Deste lado da loja, continuam a sair os ovos, as saladas de camarão e abacate e as tartines. Do outro lado, o destaque vai todo para os hot dogs.

Não é uma nova Tartine esta que se apresenta no mesmo espaço que ocupa desde 2019 no Time Out Market, mas “uma modernização da antiga Tartine”, segundo um dos sócios Henrique Mesquita. “Sentimos que o nosso público estava a mudar e que a nossa imagem não estava alinhada com os nossos clientes. Sentimos que chegou a hora de nos concentrarmos na preparação de experiências gastronómicas originais aos nossos clientes”.

E do pequeno-almoço ao jantar, vão continuar a encontrar opções para todas as refeições do dia.